CHAVES

  • CHAVES
    (30268)
    Localização
    Localização Portugal
    Chaves
    Região Norte
    Sub-região do Alto Trás-os-Montes
    Distrito de Vila Real

    Latitude: 41.7399808; Longitude: -7.471699
    Altitude: 351 metros.

    Área 591,2 Km2
    Habitantes 18 500
    Clima Invernos frescos e Verões moderados.
    Estradas N-103-5, N-213, N-2, A-24, IP3
    Habitação
    Alto Custo

    Hotel Forte de São Francisco
    Alto da Pesqueira
    5400-435 Chaves
    Telef: (351) 276 333 700

    Médio Custo

    Hotel Aquae Flavie-Chaves
    Praça do Brasil
    5400-123 Chaves
    Telef: (351) 276 309 000

    Hotel Casino Sol Verde
    Lugar do Extemo-Valdante
    5400-001 Chaves
    Telef: (351) 276 309 600

    Onde Comer

    Restaurante A Talha
    Rua Comendador Pereira da Silva, 6
    Bairro da Trindade
    5400-443 Chaves
    Telef: (351) 276 342 191

    Restaurante Adega do Faustino
    Travessa Cândido dos Reis
    5400-423 Chaves
    Telef: (351) 276 322 142

    Especialidades Gastronómicas
    Coxinhas de rã, salmão grelhado, enguias, polvo, bife de atum, bacalhau assado na brasa com batata a murro, rojões, feijoada à Transmontana, cozido à Transmontana, costeletas de borrego, pica-pau, bife de fígado, couve-penca, milhos à romana, presunto, pão de centeio, leite-creme
    Detalhes
    A presença humana na zona de Chaves remonta ao período Paleolítico, existindo muitos castros que asseguram também a existência de populações proto-históricas.
    A presença romana foi muito forte em Chaves por ter sido o local que os romanos escolheram para se instalarem com maior intensidade, construindo, por isso, algumas fortificações e a Ponte de Trajano para a travessia do Rio Tâmega.
    Os romanos incentivaram, também, a exploração das águas quentes que encontraram em Chaves através da construção de Balneários.
    Em 79 d. C. foi elevada a Município quando dominava Tito Flávio, daí o seu nome de Aquae Flaviae.
    No seculo III suevos, visigodos e alanos invadiram a zona de Chaves, acabando por se digladiarem entre si por razões monásticas com o resultado de destruírem quase totalmente a cidade.
    Os árabes no século VIII derrotaram o último rei visigodo Rodrigo e ocuparam a zona de Chaves, o que provocou contra-ataques cristãos, passando a zona a ser alternadamente ocupada pelo mais recente vencedor.
    Finalmente no século XI, Alfonso III, Rei de Leão, conquistou a zona de Chaves definitivamente para a cristandade, mandando reerguer as muralhas de Chaves, que tinha, ao tempo, uma Judiaria importante.
    Em 1160 Chaves integrou o Reino de Portugal contando, para o efeito, com a ajuda de Ruy Lopes e Garcia Lopes.
    Atendendo à sua localização muito próxima da fronteira D. Dinis mandou construir o Castelo de Chaves com as suas muralhas.
    No século XIX celebrou-se em Chaves, após o combate de Ruivães, em 26 de setembro de 1837, a Convenção de Chaves que pôs fim à revolta dos Cartistas ou Revolta dos Marechais.
    Em 8 de julho de 1912 a forças monárquicas de Paiva Couceiro foram batidas em Chaves pelas tropas republicanas comandadas por Ribeiro de Carvalho.
    Além da agricultura e agropecuária, na zona de Chaves existem vastos recursos hídricos e termais.

    Câmara Municipal de Chaves
    Telef: (351) 276 340 500
    municipio@chaves.pt

    Locais a Visitar
    Ponte de Trajano, Largo do Pelourinho, Torre de Menagem, Igreja da Madalena, Igreja de Santa Maria, Igreja da Misericórdia, Jardim das Freiras, Termas, Museu da Região Flaviense.
    Festas
    8 de julho Dia da Cidade
    Outubro, novembro Feira dos Santos
    Fotos

    (30271)


    (30259)


    (30265)


    (30270)


    (30206)


    (30276)


    (30278)


    (30252)


    (40679)


    (40680)


    (30263)


    (30275)


    (30208)


    (30277)


    (30196)


    (30197)


    (30280)


    (40670)


    (40669)


    (40675)


    (40676)


    (40678)


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.