CUENCA

  • CUENCA
    (0173)
    Localização
    Localização España
    Cuenca
    Provincia de Cuenca
    Castilla-La Mancha

    Latitude: 40.077893; Longitude: -2.130171
    Altitude: 991 metros.

    Área 911,06 Km2
    Habitantes 52 980
    Clima Mediterrânico continental, com Verões quentes e Invernos frios.
    Estradas A-40, N-420, N-320, CM-2105
    Habitação
    Alto Custo

    Parador de Cuenca
    Subida a San Pablo, s/n
    16001 Cuenca
    Telef: (34) 969 232 320

    Médio Custo

    Hostal Canovas
    Calle Fray Luís de Leon, 38
    16001 Cuenca
    Telef: (34) 969 213 973

    Baixo Custo

    Hotel Francabel
    Avenida Castilla La Mancha, 7
    16003 Cuenca
    Telef: (34) 969 226 222

    Onde Comer

    Parador de Cuenca
    Subida a San Pablo, s/n
    16001 Cuenca
    Telef: (34) 969 232 320
    (pisto com lomo de orza, morturuelo; sobremesa, Bienmesable)

    Restaurante Figon del Huecar
    c/ Julian Romero
    16001 Cuenca
    Telef: (34) 969 240 062
    (solomillo de buey)

    Especialidades Gastronómicas
    Ajo arriero (para barrar o pão, bacalhau, alho e batata), morturuelo, pisto manchego, setas, trutas e grelhados, quesjo manchego.
    Detalhes
    A cidade de Cuenca é a Capital da província de Cuenca que tem 219.130 habitantes e uma superfície de 17.141 km2.
    O local onde se encontra a cidade era inabitado no tempo do Império Romano, mas no século VIII após a zona ter sido conquistada pelos muçulmanos foi construída uma fortaleza, Kunka, tendo Cuenca tido, sob o domínio árabe, um desenvolvimento notável na área dos têxteis e da agricultura.
    Em 1076 a fortaleza foi assediada por Sancho Ramirez que não conseguiu conquistá-la.
    Alfonso VI de Leon e Castilla a troco do seu auxílio militar ao rei de Toledo obteve deste algumas praças fortes, mas como perdeu em 1086 a Batalha de Sagrajas, Cuenca foi reconquistada pelo Rei de Sevilha. Este ao ser atacado pelos Almoravides ofereceu-a de volta a Alfonso VI.
    Os Almoravides acabaram por conquistar Cuenca em 1108, para depois, em 1144, o seu governador decretar a sua independência, seguida da de Múrcia em 1145.
    Em 1147 Muhammad ibn Mardanis foi eleito Rei de Cuenca, Múrcia e Valência.
    A história de Cuenca continuou a sofrer das desavenças entre as diversas facões árabes e das lutas destas com o mundo cristão até cair em outubro de 1177 definitivamente na mão dos cristãos.
    Durante o século XVIII desenvolveu-se muito em Cuenca a indústria têxtil e a exploração de gado, mas a primeira foi extinta por ordem de Carlos IV .
    As tropas de Napoleão e as Guerras Carlistas causaram muitas destruições em Cuenca.
    Nos anos 30 do século passado, durante a Guerra Civil Espanhola foram mortos em Cuenca muito padres, freiras, monges e até o seu Bispo.
    As tropas revoltosas do General Franco só tomaram Cuenca em 1938.

    Ayuntamiento de Cuenca
    Telef: (34) 969 176 100
    aytocuenca@cuenca.es

    Locais a Visitar
    Casas Colgadas, Catedral, Iglesia de San Miguel, Iglesia del Salvador, Castelo e Cárcere antigo, Torre de Mangana, Museu de Arqueologia e Museu de Arte Abstracta.
    Especialidades Notaveis
    Cerâmica
    Festas
    28 de janeiro (Jueves Lardero anterior a quarta-feira de cinzas) Fiesta de San Julián Patrono de Cuenca
    Semana Santa
    1 de junho Fiesta de la Virgen de la Luz, Santa Patrona de Cuenca
    Última semana de agosto Feria y Fiesta de San Julián
    21 de setembro Fiesta de San Mateo
    Fotos

    (0174)


    (0166)


    (0168)


    (0169)


    (0164)


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.