MOITA

  • MOITA
    (9552)
    Localização
    Localização Portugal
    Moita
    Região de Lisboa
    Sub-região da Península de Setúbal
    Distrito de Setúbal

    Latitude: 38.6528257; Longitude: -8.9933947
    Altitude: 10 metros.

    Área 55,08 Km2
    Habitantes 17 600
    Clima Temperado quente. Temperatura média de 14,5ºC.
    Estradas N-11, N-11-2
    Habitação
    Médio Custo

    Hotel Tryp Montijo Park
    Avenida João XXII, 193
    2870-159 Montijo
    Telef: (351) 800 206 424

    Baixo Custo

    Residencial O Camponês
    Estrada Nacional 5,
    Alto do Estanqueiro
    2870-640 Alto Estanqueiro-Jardia, Montijo
    Telef: (351) 212 301 602

    Onde Comer

    Adega de São Martinho
    Rua da Classe Operária, 16
    2860-445 Moita
    Telef: (351) 212 890 156

    Restaurante Mar da Palha
    Rua dos Lírios, 5ª A e B
    Parque Industrial Quinta da Fonte da Prata Sul
    2860-274 Alhos Vedros
    Telef: (351) 212 892 064

    Especialidades Gastronómicas
    Cozido à Portuguesa, arroz de pato, grelhados no carvão, grelhada mista, açorda de sapateira, cataplana de cherne, massa de cherne, naco na pedra, polvo à lagareira, cabidela de galo do campo, cabrito assado no forno, esturricado de bacalhau, tábuas de carne, grelhada mista de peixe.
    Detalhes
    A população da Moita descende dos Sárricos, população anterior à presença romana na Península Ibérica.
    Na época romana passava perto da Moita a Estrada Romana do Itinerário Antonino Pio e mais tarde, a Estrada dos Espanhóis ou Estrada Funda que partindo da Moita passaria por Elvas, Évora ou Beja em direção a Espanha.
    A Mouta pertenceu ao Concelho do Ribatejo compreendido entre o rio Coina e a Ribeira das Enguias, sendo o seu nome proveniente das condições do terreno que preenchia, cheia de matagal e com altos e baixos.
    O Concelho do Ribatejo foi extinto no século no XV e o lugar da Mouta passou a ser Moita do Ribatejo, passando depois só para Moita.
    O documento mais antigo da Moita é datado de 1274 e encontra-se inserido nos Benefícios e Ofícios da Vila de Alhos Vedros por doação de D. Sancho II, confirmada por D. Afonso III em 1293, datas da era de César que na era de Cristo são respetivamente 1236 e 1255.
    A Moita desenvolveu-se graça às atividades dos pescadores, marítimos e salineiros e, no século XIV, possuía uma Ermida em honra a São Sebastião e a Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem que foi erigida só à custa dos seus habitantes em 1631.
    D. Pedro II elevou Moita à categoria de Vila, dando-a de Senhorio ao Conde de Alvor, D. Francisco de Távora em 9 de fevereiro de 1692, que pagava um foro anual à Ordem de Santiago.
    No cais da Moita embarcavam-se muitas mercadorias para Lisboa, tornando-se célebres as Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem assim como as Corridas de Touros.
    O Concelho da Moita foi extinto em 1895 e depois restaurado em 1898.
    A Moita hasteou a bandeira Republicana no Edifício Municipal no dia 4 de agosto de 1910, um dia antes do da Implantação da República.
    O Concelho da Moita promoveu a localização de muitas indústrias, incluindo a agropecuária e de habitação para a população que trabalha na região e em Lisboa.

    Câmara Municipal da Moita
    Telef: (351) 212 806 700
    cmmoita@mail.cm-moita.pt

    Locais a Visitar
    Cais do Descarregador em Alhos Vedros, Igreja Matriz de São Lourenço, Igreja da Misericórdia, Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Boa Viagem, Capela do Rosário, Pelourinho de Alhos Vedros, Poço Mourisco, Salão Nobre dos Paços do Concelho (Coleção Régia)
    Festas
    Abril Romaria a Cavalo da Moita a Viana do Alentejo
    Maio Feira de Maio com largada de touros
    6 a 15 de setembro Festas da Moita em Honra de Nossa Senhora
    Fotos

    (9554)


    (9556)


    (9553)


    (9555)


    (9551)


    (9561)


    (9560)


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.